Trabalhar de graça? Quem são esses loucos que trabalham de graça, investindo seu tempo sem receber dinheiro? Essas são algumas das perguntas que nós, empresários juniores, recebemos quando contamos que trabalhamos só pelo amor e pela vontade de se desenvolver como pessoa, profissional e como estudante.

O maior engano disso tudo mora no fato de que muitas pessoas relacionam trabalho diretamente como uma fonte de sobrevivência. Não que você deva trabalhar de graça sempre, mas a partir do momento que encara o trabalho somente como uma moeda de troca para se sustentar, seus pensamentos ficam limitados.

Uma empresa júnior nos ensina desde cedo os valores que o ambiente corporativo carrega e deve carregar para que atinja seus objetivos reais. Crescemos imerso em um meio cheio de gente com sonhos incríveis, e que fazem e fariam de tudo por eles e pelo bem do país.

Um movimento onde os pilares são o compromisso com os resultados, a sinergia em equipe, o orgulho de fazer parte desse bando de loucos que trabalham e são movidos pelo amor, a transparência em todas as atividades realizadas e a postura de empreendedor, buscando sempre de forma estratégica agregar algum benefício a rede, não podia sair algo diferente de muita qualidade e dedicação.

Existem profissionais notáveis com grandes negócios que passaram por esse momento de empresário júnior, que trabalhou de graça, como um dos fundadores da Visagio, grande empresa de consultoria global, que já atua em mais de 30 países. Esse é só um caso de muitos outros pós-juniores.

Depois disso eu espero que você tenha percebido que não trabalhamos de graça. No final somos muito melhor recompensados, só com conhecimento, do que aqueles que trabalham pelo dinheiro e não pela vontade de fazer a diferença, prestando serviços de qualidade.

Faço parte da SmartTel Jr., empresa júnior que presta serviços nas áres de Wi-Fi, Redes, Telefonia, CFTV e soluções em eletrônica. Somos uma família de loucos que investem seu tempo por um trabalho árduo e sem salário, mas que todo o esforço vale quando alcançamos nossos objetivos.

Se depois desse texto você se interessou pela Smart, não perca seu tempo e entre em contato conosco através do nosso e-mail, mídias sociais ou telefone.

Seja Smart você também.

Por Rodrigo Menchio, Diretor Presidente da SmartTel Jr.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Bitnami